" Casamento" O projeto de Deus não pode acabar...


                                          
"e da costela que o senhor Deus lhe tomara, formou a mulher e a trouxe ao homem.
Então disse o homem: Esta é agora osso dos meus ossos, e carne da minha carne; ela será chamada varoa, porquanto do varão foi tomada.
Portanto deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á à sua mulher, e serão uma só carne."
Gênesis 2.22-24


O projeto de Deus não pode acabar...

O que é o casamento?
Não é um mero contrato social nem um subproduto da cultura humana.
O casamento é uma instituição divina e, como tal, deve ser devidamente considerado, conforme recomenda-nos a Palavra de Deus: “Venerado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula; porém aos que se dão à prostituição e aos adúlteros Deus os julgará” (Hb 13.4).

A natureza do casamento. O casamento é uma instituição estabelecida por Deus como parte de Sua criação. Trata-se de uma aliança monogâmica e heterossexual, comprometendo um homem e uma única mulher.

E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; domine ele sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu, sobre os animais domésticos, e sobre toda a terra, e sobre todo réptil que se arrasta sobre a terra.
Criou, pois, Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. Gn 1.26,27

Disse mais o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora que lhe seja idônea. Gn 2.18

E à mulher disse: Multiplicarei grandemente a dor da tua conceição; em dor darás à luz filhos; e o teu desejo será para o teu marido, e ele te dominará. Gn 3.16

De ambos, fez o Senhor uma só carne

"Portanto deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á à sua mulher, e serão uma só carne." Gn 2.24

Logo, a união entre pessoas do mesmo sexo é abominação aos olhos de Deus

"Não te deitarás com varão, como se fosse mulher; é abominação." Lv 18.22

O matrimônio é a base da sociedade e, segundo a ordenança bíblica, não pode ser dissolvido: “Portanto, o que Deus ajuntou não separe o homem” Mt 19.6b

A única exceção para a dissolução de um casamento é aquela apontada por Cristo:

“Eu, porém, vos digo: quem repudiar sua mulher, não sendo por causa de relações sexuais ilícitas, e casar com outra comete adultério [e o que casar com a repudiada comete adultério]” 
Mt 19.9 - ARA

O casamento é uma instituição social de origem divina,
fundada no princípio da raça humana, para dar origem e sustentação à família (Gn 2.22-24; Mt 19.4-6). Quanto ao ato, o casamento é um concerto, ou aliança, feito entre pessoas de sexos opostos — diante de Deus, da família, da igreja — de serem marido e mulher enquanto viverem (Ml 2.14).

"Respondeu-lhe Jesus: Não tendes lido que o Criador os fez desde o princípio homem e mulher, e que ordenou: Por isso deixará o homem pai e mãe, e unir-se-á a sua mulher; e serão os dois uma só carne?

Assim já não são mais dois, mas um só carne. Portanto o que Deus ajuntou, não o separe o homem." Mt 19.4-6

"Todavia perguntais: Por que? Porque o Senhor tem sido testemunha entre ti e a mulher da tua mocidade, para com a qual procedeste deslealmente sendo ela a tua companheira e a mulher da tua aliança." Ml 2.14

O casamento — a fase de união.
É a fase da união dos noivos. O bom casamento é mais do que uma união de corpos; é uma comunhão plena de duas pessoas por amor. “Unir-se-á à sua mulher” (Gn 2.24; Mt 19.5). Um bom casamento deve ser também a união de duas famílias.

O casamento — um estado digno e honroso (Hb 13.4).

Isto acha-se também em Salmos 107.41; Efésios 5.31. O fato de Jesus comparecer a uma festa de casamento em Caná da Galileia, e ali realizar o seu primeiro milagre, muito dignifica o casamento.

"Mas levanta da opressão o necessitado para um alto retiro, e dá-lhe famílias como um rebanho." Salmos 107.41

"Por isso deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e se unirá à sua mulher, e serão os dois uma só carne." Ef 5.31

O casamento — uma mudança de vida.
- O casamento como Deus o instituiu não muda nunca.

a) Gênesis 2.24. O casamento na sua gênese. “Deixará o homem seu pai e sua mãe e apegar-se-á à sua mulher, e serão os dois uma só carne”. Casar é passar a viver independente dos pais.

b) Mateus 19.5. O casamento nos dias de Cristo. O texto bíblico inicial não mudou nada. Casar é viver a dois indissoluvelmente.

c) Efésios 5.31. O casamento nos dias da Igreja. O texto bíblico inicial de Gênesis 2.24 em nada mudou, no sentido de tornar-se, vir a ser. Casar é um processo contínuo e dinâmico de adaptação e aperfeiçoamento conjugal. Quando da criação do ser humano, de um só (Adão), Deus criou os dois (Adão e Eva); no casamento, Deus, dos dois quer fazer um.

Propósito de Deus para o casamento.

- Alguns dos propósitos de Deus no casamento:

a) Felicidade em geral do casal.
“Bem-aventurado” (Sl 128.2); “seja bendito” (Pv 5.18a); “goza a vida” (Ec 9.9).

b) Companheirismo, intimidade e complementação mútua do casal
(Gn 2.18,24; 1Co 11.11)

c) Dar origem a novos lares. Novas famílias para a preservação da raça humana  (Mt 19.5).

d) Vitaliciedade (Mt 19.6).

e) Testemunhar de Cristo e da sua Igreja (Ef 5.31,32).

Deus instituiu o casamento para ser uma bênção.
No entanto, precisamos obedecer ao Senhor, para que as suas promessas cumpram-se em nossas vidas. Não podemos esquecer os conselhos bíblicos quanto à vida conjugal.

Que a igreja esteja sempre atenta quanto à preservação dos valores familiares cristãos.

Preserve e honre a sua Família!
Texto: Estevam Ângelo Souza




Sandro & Michelle
Casamento Sarado
Tel: 3003-3700
Email: casamentosarado@gmail.com




























Nenhum comentário:

Postar um comentário