Irritações em um relacionamento



                                       
Proposta 4; ( Obs: Não precisa ter pressa em cumprir as propostas, simplesmente siga a ordem, se for preciso dois ou mais dias assim o faça).

Na atualidade vivemos em uma agitação sem medida , correria e competição em quase tudo, pra não dizer em tudo.

Para se manter no mercado de trabalho e em algumas atividades, é preciso persistência ,determinação e muita força ,é um desafio atras do outro , precisando se atualizar das novas tecnologias etc. Com isso se aprende a levantar uma muralha ao redor de se, passando a ter tudo e todos como competidores, O problema é que dificilmente se consegue deixar essa competição no trabalho.

Por não poder desabafar e expor suas fraquezas em um ambiente profissional, acaba que, se traz para dentro do relacionamento essa muralha. 

Seu cônjuge não é um desafiante muito menos seu  adversário!!!!!

O que quero dizer é que facilmente se cobra e questiona as falhas e fraquezas do cônjuge , dificilmente se reconhece a próprio falha e os próprios erros. 
É tempo de derrubar essa muralha e reconhecer que todos estão sujeitos a errar e falhar.
Essa é a "proposta 4 " descobrir com o quê, ou por quê, seu cônjuge fica desconfortável e irritado com você.   

****Proposta 4 é; Você vai pedir ao seu cônjuge para te dizer três coisas sobre você que o deixa desconfortável e ate mesmo irritado. Ao fazer isso não o ataque e nem se justifique. Preocupe-se apenas com o que ele espera de você. E faça o seu melhor.**** 
Desafio de amar

Versículo base:
Mas ele me disse: "Minha graça é suficiente a você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza". Portanto, eu me gloriarei ainda mais alegremente em minhas fraquezas, para que o poder de Cristo repouse em mim. Por isso, por amor de Cristo, regozijo-me nas fraquezas, nos insultos, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias. Pois, quando sou fraco, é que sou forte.
2 corintios 12; 9-10





Sandro & Michelle
Casamento Sarado
Tel; 3003-3700
Email; casamentosarado@gmail.com












Nenhum comentário:

Postar um comentário